Brigantinos juntaram-se ao aniversário de ordenação sacerdotal do bispo | Diocese Bragança-Miranda

D. José Cordeiro, bispo da Diocese de Bragança-Miranda, celebrou na passada quinta-feira, 16 de junho, os 25 anos da sua ordenação sacerdotal num “misto de gratidão, de alegria, e de muita esperança”, disse, e com a diocese  a assinalar a data numa “manifestação de unidade e gratidão” pelas vocações. 

A população da Diocese quis festejar o aniversário sacerdotal do seu bispo em ambiente festivo e juntou-se à cerimónia que teve lugar na catedral de Bragança, para participar numa “celebração condigna”. A celebração contou com a presença de cerca de duas dezenas de bispos portugueses e espanhóis, nomeadamente dos seus antecessores na Diocese, os bispos eméritos, D. António José Rafael, que ordenou D. José Cordeiro, e D. António Montes Moreira, bispo diocesano entre 2001 e 2011, bem como os sacerdotes do presbitério local e outras dioceses, e ainda o Núncio Apostólico em Portugal, D. Rino Passigato. A família e os amigos não faltaram. Também compareceram à cerimónia diversas entidades, como os autarcas ou seus representantes, o diretor regional da Cultura do Norte, os comandantes da PSP, Bombeiros de Bragança e CODIS. “Temos de ser capazes como as crianças de nos deixar surpreender por Deus, pelos outros, pela natureza, pela terra, e até por nós próprios. Deus é maior que o nosso coração, e do que a nossa inteligência”, referiu o bispo diocesano na homilia.  

D. José Cordeiro referiu na sua homilia na celebração na catedral que no país são 40 párocos, os que celebram as bodas de prata da ordenação sacerdotal, entre os quais está o ex-diretor do Mensageiro de Bragança, Pe. José Carlos Martins, ordenado no mesmo dia que o prelado, no dia 16 de junho de 1991, por D. António Rafael, bispo de Bragança-Miranda entre 1979 e 2001.

Texto e fotografia: Glória Lopes/Mensageiro de Bragança