Admonição da Missa Crismal do P. Delfim Gomes, Vigário Episcopal para o Clero | Diocese Bragança-Miranda

Um agradecimento à Cooperativa Agrícola de Vila Flor, Unidade Pastoral Senhora da Assunção, pela oferta do azeite.

Caríssimos irmãos no sacerdócio, Cristo confia em nós, o povo de Deus, precisa de nós,  levemos aqueles que nos foram confiados a alegria do grande anúncio: “Vimos o Senhor” (Jo 20,25).

Sejamos capazes de nos esperançar de nos revestirmos da alegria da salvação.

É tempo de “começar de novo a partir de Cristo”.

Caríssimos irmãos, sede todos bem-vindos, a esta nossa casa, a Catedral, igreja mãe de toda a Diocese, à volta do nosso Bispo, que garante a unidade da fé e a comunhão no presbitério.

Fraternalmente unidos pelo vínculo sacerdotal, agradecemos ao Senhor o Dom do ministério sacerdotal, ao serviço do povo de Deus, como nos relembra o nosso Bispo: “O dom da graça do ministério ordenado está ao serviço do corpo de Cristo na humildade de quem cheira às ovelhas.”

É o dia do Sacerdócio, renovamos perante o Bispo Diocesano, os nossos votos sacerdotais.

No contexto em que vivemos, com tantas incertezas e medos, nunca como hoje compreendemos tão bem as palavras proféticas de S. João Paulo II, na Carta Apostólica Novo Millennio Ineunte nº 1:

“Duc in altum! Estas palavras ressoam hoje aos nossos ouvidos, convidando-nos a lembrar com gratidão o passado, a viver com paixão o presente, abrir-se com confiança ao futuro: «Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e sempre» (Heb 13, 8).”

Cantemos todos os dias o nosso louvor a Deus que nos achou dignos, para celebrarmos os mistérios da fé, de sermos reflexo da luz de Cristo. Por isso, como refere o Papa Francisco, assumamos o “estilo de Deus: proximidade, compaixão, ternura”.

Façamos deste espaço geográfico que é a nossa Diocese, escola e casa de comunhão, que se reflete nas relações do Bispo com os presbíteros e com todo o povo de Deus. Tal como faz questão de recordar o nosso Bispo na  Nota Pastoral 2020-2021 :“A Diocese deve ser uma grande escola onde devemos aprender a lidar com as diferenças e a descobrir o essencial: Jesus Cristo.

Expressamos a nossa amizade e plena comunhão com os presbíteros que este ano celebram o jubileu de ordenação a quem nos unimos com a nossa oração e as nossas felicitações:

50 anos de ordenação - Pe. Francisco Alberto Ferreira

25 anos de ordenação - Pe. Luís Manuel Teixeira Morais

25 anos de ordenação – Diac. Agripino dos Santos Franqueiro e Diac. Manuel Luís Brás

Nesta celebração, recordamos e incluímos os colegas que desde a última missa crismal partiram para a casa eterna do Pai:

- Cón. Eugénio Augusto Sobrinho

- Con. Manuel Paulo Pires

E ainda o Irmão Paulo da Congregação dos Marianos da Imaculada Conceição.

 

Por fim, entregamos à vossa oração os nossos irmãos sacerdotes que estão doentes.

Queremos agradecer também pelas seguintes datas jubilares:

JUBILEUS DE PROFISSÃO RELIGIOSA

  • 50 anos de consagração

- Irmã Aida Imperatriz Neves

- Irmã Maria de Jesus Moura

(das Servas Franciscanas Reparadoras)