8.ª Geração do programa "Escolhas" arrancou em Bragança | Diocese Bragança-Miranda

No dia 1 de abril, a Fundação Casa de Trabalho Dr. Oliveira Salazar, em Bragança, iniciou a 8.ª geração do programa “Escolhas” com o projeto “Pontes de Inclusão”.

De acordo com Vitor Costa, o objetivo central passa pela «promoção da inclusão social de crianças e jovens pertencentes a minorias étnicas, migrantes ou alvo de medidas de promoção e proteção ou tutelares educativas, ajudando a definir o seu projeto de vida, proporcionando experiências vocacionais ou profissionais e capacitando-os para se tornarem membros ativos e participantes da sociedade onde se inserem», salienta o coordenador.

O projeto tem como raio de ação o território do concelho de Bragança e será gerido pela APISB – Associação de Solidariedade Jovem, entidade que lidera o consórcio até 2022.

São parceiros do “Pontes de Inclusão” as seguintes entidades: Fundação Casa de Trabalho Dr. Oliveira Salazar; Câmara Municipal de Bragança; EAPN – Rede Europeia Anti Pobreza (Núcleo de Bragança); Cáritas Diocesana de Bragança-Miranda; Polícia de Segurança Pública (Comando Distrital de Bragança); Centro de Saúde de Santa Maria; Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco de Bragança; Agrupamento de Escolas Miguel Torga; Junta de Freguesia de Santa Comba de Rossas; Junta de Freguesia de Rebordãos; a Associação de Estudantes Africanos de Bragança; o Instituto Politécnico de Bragança; o Clube Académico de Bragança e a Junta de Freguesia de Sortes. De referir que estas 3 últimas entidades integram o consórcio de gestão do projeto pela primeira vez vindo reforçar e consolidar a sua solidez.