MEDIDAS DA DIOCESE DE BRAGANÇA-MIRANDA PARA PREVENIR E COMBATER O CORONAVÍRUS | Diocese Bragança-Miranda

19.03.2020

Carta de D. José Cordeiro aos diocesanos

14.03.2020 às 22h35

MIRANDELA / “Estamos uns com os outros, fazendo das mãos o coração”. A Igreja ao serviço dos mais sós - artigo da Rádio Renascença

14.03.2020 às 19h06

Covid-19: Oração para pedir ajuda, conforto e salvação

14.03.2020 às 18h08

Clero e agentes pastorais diocesanos unidos em tempo de crise

13.03.2020 às 19h34

Os Serviços Centrais da Cúria Diocesana encontram-se encerrados ao público, por tempo indeterminado, até decisão em contrário. Para assuntos apenas URGENTES pedimos o favor de contactar através dos seguintes meios:

Para mais informações, poderá consultar as medidas da Diocese de Bragança-Miranda para prevenir e combater o coronavírus, em: https://www.diocesebm.pt/medidas

13.03.2020 às 15h00

Suspensão da celebração comunitária da Missa e cuidados a observar nos funerais

 
Comunicado da Diocese Bragança-Miranda

Em sintonia com as determinações da Conferência Episcopal Portuguesa (reproduzido em baixo), na Diocese de Bragança-Miranda suspendem-se as celebrações comunitárias.

Contudo, cada sacerdote celebrará diariamente uma eucaristia sem povo, por todo o povo que lhe está confiado.

As autoridades sanitárias recomendam que não se façam os velórios, nem se apresentem pessoalmente as condolências à família, pois já se identificou que com esse comportamento se tem contribuído para a transmissão do Covid-19.

Continuarão a celebrar-se as exéquias, só com a família direta. As missas de 3º dia e de 7º dia ficam suspensas até que se possam celebrar com a participação do povo.

Bragança, 13 de março de 2020

 

Comunicado da Conferência Episcopal Portuguesa

Em consonância com as indicações do Governo e das autoridades de saúde, a Conferência Episcopal Portuguesa determina que os sacerdotes suspendam a celebração comunitária da Santa Missa até ser superada a atual situação de emergência.

Também devem seguir-se as indicações diocesanas referentes a outros sacramentos e atos de culto, bem como à suspensão de catequeses e reuniões.

Estas medidas devem ser complementadas com as possíveis ofertas celebrativas na televisão, rádio e internet.

Permaneçamos em oração pessoal e familiar, biblicamente alimentada, confiados na graça divina e na boa vontade de todos.

Lisboa, 13 de março de 2020

12.03.2020

MEDIDAS DA DIOCESE DE BRAGANÇA-MIRANDA PARA PREVENIR E COMBATER O CORONAVÍRUS

A Diocese de Bragança-Miranda, solidária e próxima de cada pessoa, partilha a preocupação comum diante da emergência de saúde pública, em total colaboração com as autoridades sanitárias e civis para barrar o contágio da epidemia viral, o coronavírus, Covid 19.

Por isso, sublinhamos as recomendações do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa nas celebrações e lugares litúrgicos: omissão do gesto da paz; distribuição da comunhão aos fiéis na mão; a comunhão por intinção dos sacerdotes concelebrantes e dos diáconos e retirada da água benta das pias das igrejas e capelas.

Além disso, atendendo às novas decisões do Governo de Portugal, como o encerramento das escolas, comunica-se:     

  1. Suspendam-se todas as atividades da catequese nas Paróquias das Unidades Pastorais, movimentos e grupos eclesiais;
  2. Cancelem-se os encontros diocesanos da Lectio Divina: (20.27/03 e 03/04/2020);
  3. Adiem-se, se possível, as celebrações da Penitência nas fórmulas rituais de um só penitente com confissão e absolvição individual e comunitárias com confissão e absolvição individual, a juízo dos Presbíteros, não permitindo, contudo, a fórmula ritual da celebração comunitária com confissão e absolvição geral (cf. Nota Pastoral CEP, 19.06.2000);
  4. Acautelem-se as celebrações com a participação ativa do povo fiel e santo de Deus, protegendo as pessoas idosas e mais vulneráveis ao garantir o devido intervalo de segurança entre os fiéis. Nestes dias, a Igreja pode celebrar a Eucaristia quotidiana sem povo, mas sempre por todo o povo;
  5. Haja um cuidado acrescido em relação à celebração dos outros sacramentos e sacramentais, nomeadamente Batismos e Exéquias, participando a família e as pessoas mais próximas;
  6. Recordem-se aos Presbíteros, Diáconos e Ministros Extraordinários da Comunhão todas as normas de higienização emanadas pela Direção Geral de Saúde, aplicando-as antes e depois de distribuir a comunhão às pessoas doentes e o Viático aos moribundos;
  7. Reforce-se a limpeza e higiene nas igrejas e capelas em ordem ao culto eucarístico fora da Missa e oração pessoal diante do Santíssimo Sacramento;
  8. Nas celebrações do Tríduo Pascal: omita-se o gesto do lava-pés; para a adoração da santa cruz faça-se a reverência com uma simples genuflexão, inclinação profunda ou outro sinal apropriado sem tocar e beijar a cruz;
  9. Quanto às procissões, aos exercícios da piedade popular e outras tradições da Semana Santa, dentro ou fora das igrejas, apelamos ao honesto realismo e responsável prudência das Santas Casas da Misericórdia e demais Confrarias e Irmandades no diálogo com os Capelães e respetivos Párocos.

Contamos com a ação pastoral ativa de todos os Presbíteros, Diáconos, Pessoas Consagradas, Leigos, Fundações e IPSS’s católicas para estas e outras medidas temporárias para o bem de todos. 

Em caso de necessidade, faremos novas comunicações pelos canais habituais: email, www.diocesebm.pt, https://www.facebook.com/diocesebraganca.miranda/ , pelo jornal “Mensageiro de Bragança” e por mensagens de telemóvel. 

Com coragem, esperança, caridade e o empenho e a responsabilidade de todos, prossigamos na construção do Bem comum e da dignidade da Pessoa humana.

Por intercessão de S. José, continuamos a rezar por todas as pessoas doentes e pelos seus cuidadores. O Senhor nos conceda a paz, a saúde e a alegria da vida.

Cordialmente em Jesus Cristo, eterna vida.

+ José, Bispo de Bragança-Miranda