Campanhas solidárias ajudam estudantes, famílias, reclusos e emigrantes | Diocese Bragança-Miranda

A pandemia veio agravar, ainda mais, a já difícil situação social e financeira das famílias. Em Trás-os-Montes, as instituições sociais da Igreja e os agentes pastorais da Diocese de Bragança-Miranda procuram acompanhar todos quantos precisam de ajuda, nomeadamente os estudantes, as famílias, os reclusos e os emigrantes. Apresentamos as principais campanhas de solidariedade que estão em marcha durante os tempos litúrgicos do Advento e do Natal:

"Natal de Proximidade" para apoiar alunos e famílias

De 1 a 18 de dezembro, os professores e alunos de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) do Agrupamento de Escolas Miguel Torga de Bragança promovem, uma vez mais, a campanha “Natal de Proximidade”.

A ação que se traduz na recolha de alimentos não perecíveis, produtos de higiene, roupa e calçado «visa educar para a solidariedade e a partilha” pois “são muitos os pedidos de ajuda que nos tem chegado. Mas quem ajuda? Temos de ser todos nós, de acordo com o que está ao nosso alcance e com as nossas possibilidades», salienta o docente Jorge Oliveira Novo.

Alunos, docentes e funcionários podem entregar os seus donativos (enlatados, massas, arroz, feijão, grão, milho, cogumelos, leite, azeite, óleo, farinha, salsichas, cereais, bolachas, gel de banho, shampoo, calçado e roupa), nas caixas que se encontram devidamente identificadas e seguras (de acordo com as normas de segurança da DGS) na sala de convívio dos alunos.

Na edição deste ano serão abrangidos 10 alunos (e respectivas famílias) do escalão A, prevendo-se a entrega dos bens, em confidencialidade, no dia 23 de dezembro.

Catedral apoia comunidade emigrante

A Reitoria e a Equipa Pastoral da Catedral diocesana lançaram a campanha «Natal está no teu coração».

Durante o Advento, os fiéis são convidados a doar bens alimentares não perecíveis à comunidade emigrante. Podem fazê-lo diariamente nos pontos de recolha existentes na Catedral.

Meias e sabão em barra para reclusos

Com o lema «Ajude-nos a oferecer esperança aos que estão privados de liberdade», o Serviço da Pastoral Penitenciária e a Cáritas Diocesana de Bragança-Miranda voltam a promover a campanha conjunta «Natal na Prisão».

A ação terá início no próximo dia 5 de dezembro e consiste na «recolha de meias e sabão em barra para ajudar no combate à propagação do coronavírus. Serão depois entregues como presentes simbólicos aos reclusos dos estabelecimentos prisionais de Bragança e Izeda», salienta Rui Magalhães.

Para o diretor do Serviço diocesano «mais que entregar um presente de Natal, esta campanha tem como objetivos levar a boa nova do nascimento de Jesus Cristo aos estabelecimentos prisionais do distrito de Bragança, sensibilizar a comunidade para a temática prisional, assim como sensibilizar o próprio recluso que “lá fora” as pessoas acreditam na sua recuperação», frisa.

«Natal na Prisão» decorre até 3 de Janeiro de 2021 e pretende o envolvimento de todas as comunidades paroquiais e instituições da Diocese.

IPSS’s de Alfândega recolhem bens

Em Alfândega da Fé, na Unidade Pastoral S. Bartolomeu dos Mártires, a campanha «Natal Solidário» sofreu uma nova alteração: à Fundação Cónego Manuel Joaquim Ochôa e ao Centro Social Paroquial de Picões juntam-se agora a Santa Casa da Misericórdia de Alfândega da Fé e o Centro Social Paroquial de Sambade.

As quatro Instituições Particulares de Solidariedade Social desafiam os fiéis, até 20 de dezembro, a doar produtos alimentares e bens como vestuário e roupa de cama.

« A distribuição destes bens será feita pelas referidas IPSS junto do seu Serviço de Apoio Domiciliário e/ou de outras pessoas ou famílias referenciadas pela ação social dessas Instituições», refere uma nota do gabinete de comunicação do Santuário do Imaculado Coração de Maria de Cerejais.

NOTA: Esta notícia foi atualizada em 04.12.2020 às 16h09 e em 06.12.2020 às 14h29 devido às alterações efetuadas pela organização da campanha de Alfândega da Fé.