Pe. José Luís Pombal em declarações à Vatican News: “Honrado por esta oportunidade de estar mais perto do Papa Francisco” | Diocese Bragança-Miranda

Sacerdote português inicia funções na Curia Romana e sublinha a liberdade, coragem e pobreza evangélicas do Santo Padre.

“Sinto-me muito grato pela confiança em mim depositada” – é assim que o padre português José Luís Amaro Pombal se refere ao serviço que inicia no próximo dia 1 de setembro na Curia Romana na Secção para os Assuntos Gerais, salientando sentir-se “honrado por esta oportunidade de estar mais perto do Papa Francisco”.

O jovem sacerdote de 35 anos da Diocese de Bragança-Miranda disse em declarações à Rádio Vaticano que sempre se sentiu fascinado pela “liberdade, coragem e pobreza evangélicas” do Santo Padre.

O padre José Luís Pombal sublinha as mensagens de coragem e felicitação que tem recebido, frisando que estas fazem-no pensar “no mundo sonhado pelo Papa Francisco na Encíclica “Fratelli tutti”.

“Gostaria de partilhar algo que me tem acontecido nestes dias. São várias as mensagens de coragem e de felicitação que muito agradeço e dizem-me, por exemplo: olha estou feliz por ti. A alegria de muitos comigo e por mim tem-me dado muita força. E receber estes sinais de amizade para mim é, sem dúvida, metade da minha alegria. E depois tem-me feito pensar no mundo sonhado pelo Papa Francisco na “Fratelli tutti”, um mundo que se alegra por querer bem. Se as nossas comunidades cristãs e as nossas estruturas eclesiais forem assim, eu penso que seremos fermento” – afirmou.

O padre José Luís Pombal é natural de Mós, Torre de Moncorvo, e foi ordenado em 2010 por D. António Montes Moreira, na Catedral de Bragança, tendo estudado História da Igreja na Universidade Pontifícia Gregoriana em Roma. Foi pároco, presidente de Centros Sociais Paroquiais, docente no Instituto Diocesano de Estudos Pastorais e formador do Seminário. Atualmente era diretor espiritual do Seminário diocesano de S. José, em Bragança e pároco na Unidade Pastoral de S. Bento, no Arciprestado de Bragança. Vai agora trabalhar na Curia Romana na Secretaria de Estado do Vaticano.

A sua diocese de Bragança-Miranda expressa em nota a sua “gratidão por aceitar este novo desafio, desejando-lhe os melhores votos para que seja um serviço humilde e competente ao Papa Francisco e à Igreja Universal”.

 

Texto: Rui Saraiva in Vatican News

Fotografia: Irene Rodrigues/Secretariado diocesano das Comunicações Sociais