Novo livro do Cónego Silvério Pires | Diocese Bragança-Miranda

«Silvério Benigno Pires, reverendo e douto Cónego da diocese de Bragança-Miranda, merece a reiterada menção pela persistente e generosa solicitude e pelo empenho na salvaguarda dos monumentos imateriais da nossa terra.»

A frase é de Telmo Verdelho e faz parte do prefácio da mais recente obra do Cón. Silvério Pires, ‘Teatro Popular Religioso - Livro dos Autos’, que procedeu à recolha de autos populares religiosos da diocese.

“É um conjunto de autos da cultura popular que em bons tempos consegui recolher. Procurei organizar todos os autos com o texto integral e introdução”, explicou o sacerdote.

O Cónego mostrou-se fascinado pela simplicidade que encontrou. “São encantadores, de maneira simples. Reuniam-se as aldeias vizinhas, com atores improvisados. Ainda consegui encontrar algumas fotografias. E há pessoas que ainda participaram e que dão os seus testemunhos”, explica.

A edição, de 300 livros, esteve a cargo da Câmara Municipal de Mirandela, já responsável pela edição de uma monografia de todas as aldeias do concelho de Mirandela, lançada em 2019, que tem mais de 700 páginas, também da autoria do Cón. Silvério Pires.

“Bem lhe cabe um lugar assinalado entre a plêiade de sacerdotes bragançanos que promoveram a salvaguarda da nossa memória histórica e cultural. Pode honrar-se com a parceria do Pe. Firmino Martins, mas também com a aura tutelar do Abade de Baçal, e de que tantos outros estudiosos e sábios que, no quadro da instituição eclesiástica, enriqueceram e dignificaram a terra e as gentes”, escreveu ainda Telmo Verdelho, no prefácio deste livro.

Texto: Mensageiro de Bragança.