Falecimento do Pe. Kazimierz Komor, MIC | Diocese Bragança-Miranda

Partiu para a casa do Pai, aos 84 anos de idade, 65 de profissão religiosa e 54 de ordenação sacerdotal, o Padre Kazimierz (Casimiro) Komor, da Congregação dos Marianos da Imaculada Conceição.

O Padre Komor nasceu no dia 30 de junho de 1937 em Rycica, perto de Ostrołęka, na Província da Masóvia, no Nordeste da Polónia. Aos 17 anos de idade, frequentando o curso de carpintaria na escola profissional de Ostrołęka, sentiu o apelo da vocação religiosa e pediu a admissão na Congregação dos Marianos da Imaculada Conceição.

Em 1955, ingressou no noviciado dos Marianos, em Skórzec, com a intenção de ser irmão religioso. Após um ano de noviciado, emitiu os primeiros votos no dia 15 de setembro de 1956. Entre 1957 e 1960 frequentou o liceu em Głuchołazy. No verão de 1960 foi enviado para Varsóvia a fim de concluir a escola secundária e após a sua profissão perpétua, a 15 de agosto de 1962, iniciou o curso de Filosofia. Em 1964, foi enviado para Włocławek a fim de iniciar os estudos de Teologia. Três anos depois, foi ordenado sacerdote no dia 18 de junho de 1967. Em 1968, começou a trabalhar como vigário na paróquia de Sułowo, residindo na residência de Kiwity. Em 1969 foi transferido para Grudziądz, onde se dedicou à catequese juvenil.

Em setembro de 1971 é transferido para a Casa de Elbląg, onde continua a dedicar-se à pastoral juvenil. No início de 1972, respondendo a uma necessidade missionária da Congregação, o Padre Casimiro ofereceu-se como voluntário para ajudar a consolidação da presença dos Marianos em Portugal, tendo chegado a Balsamão no dia 2 de fevereiro desse ano, juntamente com o Padre Estanislau Szymański. Nos primeiros anos da sua estadia em Balsamão, exerceu a função de Prefeito coadjuvante no Seminário das Missões de Nossa Senhora da Conceição. Em 1975, é transferido para a Casa de Fátima, onde exerceu os cargos de Superior da Casa e Prefeito do Seminário Menor.

Em 1981 foi transferido para Balsamão, onde exerceu o cargo de ecónomo da Casa até 1984. Em 1983, foi nomeado Diretor do Apostolado da Misericórdia e da Associação dos Cooperadores Marianos, tendo-se dedicado a essa função por várias vezes ao longo do seu ministério sacerdotal. A 30 de outubro de 1984, foi nomeado Superior do recém-criado Vicariato Português de Santa Maria, tendo exercido este cargo durante dois mandatos de 3 anos até ao dia 10 de outubro de 1990. Durantes estes anos foi também Superior e ecónomo da Casa de Fátima e Prefeito do Seminário Menor.

Na sequência da ereção da Vice-Província Portuguesa de Santa Maria, no dia 27 de junho de 1993, o Pe. Casimiro regressou novamente ao Convento de Balsamão, sendo nomeado Superior da Casa e Reitor do Santuário até 1996. No dia 1 de junho de 2005, após a transformação da Vice-Província Portuguesa em Vicariato, o Padre Casimiro foi novamente nomeado Superior da Casa de Balsamão, cargo que exerceu até 2014. Residindo vários anos em Balsamão, dedicou-se sobretudo à pastoral paroquial, tendo sido pároco de Gebelim entre 1993 e 1999, de Chacim entre 1993 e 2014 e do Lombo entre 2007-2014 e tendo ainda trabalhado como pároco in solidum na Unidade Pastoral 10 B de 2012 a 2014.

O Padre Casimiro destacou-se pelo seu bom humor e pelo seu sorriso cativante e pela sua simpatia acolhedora, sendo reconhecido como um homem de oração, um bom pastor e um religioso zeloso ardente de amor pela sua Congregação. A partir de meados de 2014 começou a perder a memória progressivamente, padecendo de demência e exigindo cuidados continuados.

No final do ano de 2021, o seu estado de saúde começou a agravar-se tendo vindo a falecer de pneumonia por volta das 11h30 do dia 30 de dezembro de 2021 no Hospital de Macedo de Cavaleiros. Tomai Senhor e recebei aquilo que criaste, este ser todo Teu, que hoje após uma vida longa na terra dos homens partiu rumo a Ti! 

A celebração das exéquias está prevista para esta sexta-feira, dia 31 de dezembro, pelas 11h30, na igreja do Santuário de Nossa Senhora de Balsamão, em Macedo de Cavaleiros, Unidade Pastoral da Divina Misericórdia. Preside D. José Cordeiro.

Deus o acolha no seu regaço de misericórdia.