Jornal “Mensageiro de Bragança”

História

Este Jornal foi fundado em 1 de Janeiro de 1940, pelo então Bispo de Bragança – D. Abílio Vaz das Neves, sendo editado ininterruptamente nestes seus 67 anos de existência. Inicialmente começou como quinzenário, passando em 1947 para dezenário, tendo no horizonte a passagem a semanário, o que acabou por acontecer em 1950, tal como nos dias que correm, e é também neste ano que o jornal se torna propriedade oficial da Diocese de Bragança-Miranda.

Já em 1940, tinha como preocupação informar sobre a actualidade regional e ao mesmo tempo passar uma mensagem de valores cristãos, servindo muitas vezes o Jornal de elo de ligação da região ao país e aos que estavam fora do país, pois não havia outro acesso. As suas preocupações e a sua conduta na sociedade civil continuam as mesmas, procurar fazer e melhorar um meio de informação escrita, capaz de incentivar, divulgar, ensinar e formar os seus leitores, dentro dos fins gerais da promoção, difusão e partilha da doutrina cristã.

Sendo um jornal de cariz cristão a abertura à sociedade faz parte da missão e também faz parte da sua missão manter a imparcialidade que o jornalismo requer, devendo ter uma linha editorial positiva de forma a estimular o desenvolvimento da região, o cultivo de valores humanos e cristãos, ao invés de explorar o lado miserabilista da região, sendo a sinceridade, honestidade e a veracidade referências fundamentais da linha editorial do Mensageiro de Bragança.

Desde a data da sua fundação, até Julho de 2004, foi responsável directo pelas suas edições a Diocese de Bragança-Miranda, passando a partir dessa data passa a ser editado por uma nova entidade – a Fundação Mensageiro de Bragança – constituída especialmente e especificamente com o objectivo de continuar a editar o Mensageiro de Bragança. Achou-se assim necessário separar a actividade do Jornal, da restante actividade da Diocese de Bragança – Miranda, como forma de melhorar a organização e a gestão do Jornal.

Na história do mais antigo Jornal do Nordeste Transmontano, há três momentos essenciais na sua evolução: em 1958, o jornal era conhecido pela elevada qualidade literária e pelas polémicas em que se envolvia a nível regional, no período pré-revolucionário, o Mensageiro foi conotado como “jornal vermelho” devido à abertura aos mais jovens, conseguindo manter-se como espaço de debate político e difusão das inquietações revolucionárias e entre os anos 1980 e 2003, o Jornal adquire dimensão empresarial, adquirindo novas instalações, novos equipamentos e alarga o quadro de funcionários.

Contactos
Director: Pe. José Carlos Ambrósio Martins

Rua Dr. Herculano Conceição,
Apartado 77, 5301-901 Bragança
Tlf: +351 273 323 367
Fax: +351 273 329 176
Página de Internet: www.mdb.pt
E-mail: geral@mdb.pt
Facebook: https://www.facebook.com/Jornaldiocesano

Torne-se ASSINANTE: faça download da Ficha, imprima, preencha com os seus dados e envie para a morada nela indicada.